Papa anuncia que não poderá viajar à Argentina em 2017

Cidade do Vaticano, 30 set (EFE).- O papa Francisco anunciou nesta sexta-feira, em uma mensagem de vídeo dirigida ao povo da Argentina, que não viajará em 2017 ao país porque seus compromissos de viagem do próximo ano já estão marcados.

O pontífice afirmou na mensagem que "gostaria de ir à Argentina para beatificar Mama Antula e canonizar o padre Brochero", mas acrescentou que não poderá fazê-lo, pois "não será possível".

"Vocês sabem o quanto eu gostaria de voltar a vê-los. E também não poderei fazê-lo no ano que vem, porque já tenho compromissos marcados para a Ásia, a África, e o mundo é maior que a Argentina", afirmou Francisco.

Está previsto que o pontífice receberá o presidente da Argentina, Mauricio Macri, no Vaticano no próximo dia 15 de outubro, na véspera da canonização do sacerdote José Gabriel Brochero (1840-1914), conhecido como o "padre gaúcho".

Em sua mensagem ao povo de seu país, Francisco também falou sobre as "festividades do bicentenário" da independência argentina, que será comemorado este ano, e destacou que, em 2016, "acontecem dois fatos" que fazem a história da Argentina grande, "dois fatos que são muito importantes e muito fortes".

"Um é a beatificação de Mama Antula, uma mulher que ajudou a consolidar a Argentina profunda e o outro é a canonização do padre Brochero, esse padre gaúcho que teve a compaixão de seus queridos serranos e lutou por sua dignidade", lembrou o papa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos