Ex-vice-presidente do Equador aceita ser candidato governista à presidência

Quito, 1 out (EFE).- O ex-vice-presidente do Equador, Lenín Moreno, aceitou neste sábado ser o candidato à presidência pelo movimento governista Aliança País (AP) nas eleições de fevereiro do próximo ano.

"Aceito", disse Moreno perante os milhares de correligionários reunidos no estádio da Sociedad Deportiva Aucas, onde foi proposto pelo atual presidente, Rafael Correa, durante a Quinta Convenção Nacional do movimento.

Mas o pré-candidato pôs condições à sua postulação à presidência. "Que sigamos caminhando juntos até o final e que, se surgir algum empecilho, algum distanciamento, os integrantes do movimento político o superem e voltem a abraçar o companheiro, porque o caminho, como já disse Rafael (Correa), é um caminho duro, duro, duro".

Moreno, de 63 anos e vice-presidente entre 2007 e 2013, anunciou que seu companheiro de chapa na cédula eleitoral será o atual vice-presidente, Jorge Glas, que também aceitou a oferta.

O ex-vice-presidente defendeu as conquistas da "Revolução Cidadã", como se conhece o projeto governamental, e garantiu que, após as mudanças que se operaram no país, "o passado não voltará", um lema utilizado frequentemente por Correa e repetido hoje com entusiasmo pelo público.

"Vamos por mais", completou o pré-candidato, ao qualificar de "falta de vergonha" a pretensão daqueles que querem "jogar tudo no lixo" e pretendem aplicar a "teoria de terra arrasada" às realizações alcançadas.

Ao apresentar a pré-candidatura de Moreno, Correa disse que ele é um companheiro de fileiras "leal, integro, de cuja convicção revolucionária e entrega temos certeza".

"A revolução fica nas melhores mãos", declarou o presidente, acrescentando que a campanha vindoura será "dura", já que o projeto político oficialista enfrenta um "novo Plano Condor", os ataques da oposição endinheirada e carente de escrúpulos, assim como da imprensa mercantilista.

"Mas voltaremos a derrotá-los", frisou Correa ao encorajar as pessoas ali presentes a irem "de rua em rua, de praça em praça de bairro em bairro" em defesa de seu projeto político.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos