Colégios eleitorais da Colômbia abrem para referendo da paz

Bogotá, 2 out (EFE).- Os colégios eleitorais da Colômbia abriram neste domingo às 8h local (10h, em Brasília) para o referendo no qual 34.899.945 cidadãos poderão votar "sim" ou "não" ao acordo de paz assinado entre o governo e a guerrilha das Farc.

Do total de colombianos habilitados para votar, 18.047.321 são mulheres e 16.852.624 homens, que poderão exercer seu direito ao voto em 81.925 mesas distribuídas em 11.034 centros de votação em todo o território nacional, de acordo com o órgão responsável pelos processos eleitorais.

A chuva é o comum denominador em grande parte do país e, no caso de Bogotá, o principal distrito eleitoral, chove copiosamente desde cedo.

Os centros de votação estarão abertos durante oito horas, até as 16h local (18h, em Brasília), e espera-se que uma hora depois já haja resultados consolidados.

"O senhor apoia o acordo final para o término do conflito e a construção de uma paz estável e duradoura?" é a pergunta que os colombianos terão que responder marcando "sim" ou "não".

O acordo foi assinado na segunda-feira em Cartagena das Indias pelo presidente colombiano, Juan Manuel Santos, e o líder das Farc, Rodrigo Londoño, "Timochenko", em cerimônia apadrinhada pela comunidade internacional.

A realização do referendo como mecanismo para que os colombianos tenham "a última palavra" sobre o estipulado entre o governo e as Farc foi proposto por Santos e em 18 de julho foi aceito pela Corte Constitucional.

As Farc, que defendiam a convocação de uma Assembleia Constituinte como mecanismo de referendar, aceitaram o referendo e aprovaram o acordo em sua Décima Conferência Guerrilheira, realizada de 17 a 23 de setembro nos Llanos del Yarí, no sul do país.

A votação de hoje será a mais tranquila em muito tempo no país, pois não só as Farc assinaram a paz com o governo, mas além disso a segunda guerrilha do país, o Exército de Libertação Nacional (ELN), anunciou uma cessação de ações ofensivas durante estes dias para não atrapalhar o referendo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos