Colégios eleitorais da Colômbia fecham após votação do referendo da paz

Bogotá, 2 out (EFE).- Os colégios eleitorais da Colômbia fecharam neste domingo após oito horas de votação do referendo para ratificar o acordo de paz assinado com as Farc, que foi marcado pela chuva em grande parte do país, o que afetou a afluência às urnas.

As votações terminaram hoje às 16h (horário local, 18h de Brasília), apesar de os governadores do litoral atlântico terem pedido em carta ao presidente colombiano, Juan Manuel Santos, o prolongamento por duas horas do horário devido aos problemas causados pela chuva nessa região.

"Você apoia o senhor o acordo final para o término do conflito e a construção de uma paz estável e duradoura?" é a pergunta que os colombianos responderam marcando "sim" ou "não" no referendo.

O acordo foi assinado na segunda-feira passada em Cartagena das Índias pelo presidente colombiano, Juan Manuel Santos, e o líder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Rodrigo Londoño.

A jornada eleitoral foi marcada por chuvas e inundações em várias regiões colombianas, especialmente no litoral atlântico, onde o início da votação se atrasou em muitos municípios ou diminuiu a participação dos cidadãos.

As intensas chuvas foram atribuídas pelas autoridades a efeitos do furacão "Matthew", que avança pelo Caribe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos