Incidente com polícia durante festa na Etiópia deixa vários mortos

Adis-Abeba, 2 out (EFE).- Várias pessoas morreram neste domingo durante a celebração de uma festa tradicional na região de Oromia, na Etiópia, depois que a polícia reprimiu com violência uma multidão de manifestantes, informaram meios de comunicação locais.

Em comunicado, o governo confirma a morte de várias pessoas, sem dar números.

Os incidentes começaram quando uma multidão começou a protestar no meio da celebração e as forças de segurança utilizaram gás lacrimogêneo para dispersá-la.

Os manifestantes correram para tentar fugir do lugar, onde foram vividas cenas de caos que provocaram uma grande correria, explicou a televisão etíope "Fana Broadcasting Corporate" (FBC).

Algumas testemunhas asseguraram à imprensa local terem visto um grande número de corpos na área da correria.

Desde novembro de 2015, a Etiópia registra uma onda de protestos sem precedentes por todo o país e mais de 500 pessoas morreram como consequência da repressão das forças de segurança nas regiões de Oromia, no centro sul do país, Amhara, no norte, e Konso, no sul.

O primeiro-ministro da Etiópia, Hailemariam Desalegn, anunciou recentemente que seu governo tinha ordenado ao Exército e ao resto de forças de segurança que "tomem todas as medidas necessárias para restaurar a paz e a ordem".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos