Alemanha pede a Santos e Farc que matenham a busca pela paz

Berlim, 3 out (EFE).- O ministro alemão de Relações Exteriores, Frank-Walter Steinmeier, pediu nesta segunda-feira ao presidente colombiano, Juan Manuel Santos, e aos negociadores das Farc que se "mantenham a busca pela paz" e pediu a todos os responsáveis políticos que não destruam as esperanças das vítimas e de seus parentes.

Em comunicado, Steinmeier qualificou de "desagradável surpresa" e "grande decepção" o resultado do referendo realizado no domingo na Colômbia, no qual 50,21% dos eleitores rejeitaram o acordo de paz alcançado com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Segundo sua opinião, esse resultado é um decepção não só para aqueles que trabalharam durante anos pelo fim do conflito, mas sobretudo para as muitas famílias que, de ambos os lados, perderam a filhos e filhas.

"Os responsáveis políticos estão em dívida com as vítimas e seus parentes para que a recém-concebida esperança de paz não volte a ser destruída. A violência, os assassinatos e os mortos não podem começar de novo, de nenhuma maneira", manifestou.

"O referendo foi perdido; confio no entanto que seja possível que a paz ganhe", acrescentou Steinmeier após pedir que Santos e os negociadores das Farc sigam trabalhando por isso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos