Putin viaja ao Cazaquistão para discutir integração econômica

Astana, 3 out (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, visitará o Cazaquistão nesta terça-feira para se reunir com seu colega Nursultan Nazarbayev e assinar vários acordos de cooperação econômica avaliados em US$ 25 bilhões, informaram nesta segunda-feira funcionários do país centro-asiático.

A visita do líder russo se concentrará na cooperação bilateral, assim como nos esforços para fortalecer a integração dentro da União Econômica Euroasiática, que também inclui Armênia, Belarus e Quirguistão.

Os dois presidentes participarão de um fórum empresarial russo-cazaque no Palácio da Independência em Astana com dirigentes de empresas russas e cazaques incluídas na lista da Forbes Global 2000.

O analista político cazaque e chefe da Fundação "World of Eurasia", Eduard Poletayev, disse à Agência Efe que o tema do fórum - o desenvolvimento do transporte e a logística potencial do espaço euroasiático - foi sugerido por Nazarbayev, que preside este país rico em recursos naturais de maneira ininterrupta desde a independência da extinta União Soviética em dezembro de 1991.

"O mais provável é que as partes discutirão o megaprojeto internacional "Europa Ocidental-China Ocidental", agora que a conclusão da construção da estrada (que unirá China, Rússia e Cazaquistão) ganhou relevância", disse Poletayev.

O projeto consiste na construção de uma estrada que ligará o gigante asiático com a Europa Ocidental.

A China concluiu em 2011 seu trecho de 3.425 quilômetros, e o Cazaquistão, onde serão 2.787 quilômetros de estradas, se propõe finalizar o seu até o fim deste ano.

A Rússia, por sua vez, não deve terminar a construção de seu trecho (2.233 quilômetros), conhecido como "Meridian", até 2020 "devido ao longo processo burocrático", disse Poletayev.

Após a conclusão do megaprojeto, as mercadorias enviadas pela nova rota da China para a Europa Ocidental levarão entre 10 e 11 dias e será mais barata que por via marítima, que atualmente leva até 80 dias, explicou o especialista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos