Santos abre diálogo com uribismo para encaminhar paz na Colômbia

Gonzalo Domínguez Loeda.

Bogotá, 3 out (EFE).- O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, abriu nesta segunda-feira uma via de diálogo com a oposição uribista para encaminhar a paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) após a inesperada derrota do "sim" no referendo deste domingo sobre o acordo assinado com essa guerrilha.

Em declaração que fez na Casa de Nariño, sede do governo, Santos disse que recebeu "com entusiasmo a designação de três porta-vozes do Centro Democrático", partido liderado pelo ex-presidente e senador Álvaro Uribe, líder da campanha do "não" no referendo, "para sentar-se para dialogar e levar o processo de paz a um final feliz".

Esses três membros serão Óscar Iván Zuluaga, que foi rival de Santos nas eleições presidenciais de 2014, seu companheiro de chapa para a vice-presidência, Carlos Holmes Trujillo, e o senador Ivan Duque, uma das novas figuras do uribismo.

Para dialogar com eles o chefe de Estado designou o chefe da equipe negociadora do governo, Humberto de la Calle; a chanceler María Ángela Holguín, e o ministro da Defesa, Luis Carlos Villegas.

Deste modo, Santos anunciou ainda a ratificação de De la Calle, que nesta manhã pôs seu cargo à disposição do presidente para não ser "obstáculo para o que se segue", segundo disse em referência às mudanças que o resultado do referendo forçará na relação com as Farc.

A opção do "não" obteve ontem 6.431.376 votos (50,21%) frente aos 6.377.482 sufrágios a favor do "sim" (49,78%).

Em sua declaração, o chefe de Estado reiterou seu apelo à unidade e pediu para se "deixar para trás os atritos, os ódios e a polarização".

Além disso, indicou que "com a vontade de paz de todas as partes" se poderá "chegar em breve a soluções satisfatórias para todos".

Em um debate no Senado, Uribe disse que seu partido tem "toda a vontade do diálogo" e perguntou às organizações políticas que apoiam Santos se o governo está disposto a escutá-las "para introduzir algumas mudanças" no acordo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos