Telecomunicações e pontes fronteiriças centram acordo entre Temer e Cartes

Assunção, 3 out (EFE).- O presidente Michel Temer e seu homólogo do Paraguai, Horacio Cartes, assinaram nesta segunda-feira em Assunção um acordo para fortalecer as telecomunicações entre os países, assim como vários pactos para a construção de pontes fronteiriças.

Temer e Cartes se reuniram na residência presidencial de Mburuvicha Róga, e revisaram a agenda de temas bilaterais, com ênfase nos vínculos comerciais, dado que o Brasil é o principal parceiro comercial do Paraguai, e o segundo maior investidor no país.

Ambos presidentes assinaram um memorando de entendimento para melhorar a interconexão entre as redes de banda larga de ambos países, através de links de fibra óptica nas áreas fronteiriças, que permitam ao Paraguai ter acesso aos cabos submarinos de telecomunicações que chegam à costa brasileira.

Com este acordo, os dois governos pretendem favorecer um "desenvolvimento digital inclusivo" que permita o "acesso em massa a internet de banda larga", segundo o texto do memorando divulgado pela chancelaria paraguaia.

Além disso, assinaram um acordo para a construção de pontes sobre o fronteiriço rio Apa, no norte do Paraguai, que conectem a cidade paraguaia de San Lázaro com Porto Murtinho, no Mato Grosso do Sul, e vinculem também San Carlos del Apa (Paraguai) com Caracol (MS).

Este acordo se une ao já assinado no último dia 8 de junho em Brasília para a construção da ponte entre Carmelo Peralta (Paraguai) e Porto Murtinho, que se integrará na infraestrutura do corredor bioceânico.

Também se somam aos trâmites administrativos em curso para a construção da segunda ponte que conecte ambos países sobre o rio Paraná, que se unirá à já existente ponte fronteiriça entre Ciudad del Este e Foz do Iguaçu.

Os dois presidentes manifestaram, além disso, sua intenção de intensificar o aproveitamento da hidrovia entre os rios Paraguai e Paraná, para conseguir "a mais ampla liberdade de passagem fluvial, transporte de pessoas e bens e livre navegação" no marco do Mercosul, segundo um comunicado conjunto de ambos governos.

Também aprovaram constituir uma comissão binacional de contas que fiscalize o funcionamento da hidrelétrica de Itaipu, compartilhada entre ambos países e a qual destacaram como "um projeto emblemático da integração entre Paraguai e Brasil".

Os acordos sobre o setor automotivo, a cooperação jurídica em matéria civil e penal, as cidades fronteiriças vinculadas e a necessidade de evitar a dupla tributação entre ambos países completam a lista de pactos alcançados nesta segunda-feira entre Brasil e Paraguai.

Temer e Cartes também ressaltaram seus acordos mais recentes para o desenvolvimento da aviação civil internacional, a cooperação militar e a preservação da memória da guerra da Tríplice Aliança (1864-1870), e se felicitaram pela cooperação judicial e policial para combater os crimes transnacionais, assim como pelo fluxo de estudantes entre os dois países.

Os dois presidentes expressaram ainda sua satisfação pela "convergência de visões sobre o atual funcionamento e perspectivas futuras para Mercosul", e salientaram que "o normal funcionamento das instituições democráticas representa um pilar fundamental para os Estados-membros".

Temer chegou na tarde desta segunda-feira ao Paraguai, procedente da Argentina, onde esta manhã se reuniu com o presidente Mauricio Macri, com quem conversou sobre o fortalecimento do Mercosul, assim como a necessidade de que a Venezuela cumpra os requisitos para sua integração definitiva ao bloco.

A viagem de Temer por Argentina e Paraguai representa também uma aproximação de seus dois principais aliados no Mercosul, já que os três países se opuseram a que a Venezuela assumisse a presidência temporária do bloco no último mês de julho, que lhe correspondia por ordem alfabética depois que venceu o mandato do Uruguai.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos