Bombardeio em Taiz, no Iêmen, mata pelo menos 9 civis

Sana, 4 out (EFE).- Pelo menos nove civis morreram na noite de segunda-feira, cinco deles menores, durante um bombardeio das forças rebeldes do Iêmen contra um bairro da cidade de Taiz, controlada pelas forças leais ao presidente Abd Rabbuh Mansur Al-Hadi, confirmaram nesta terça fontes médicas e testemunhas.

Testemunhas disseram que projéteis de artilharia e morteiros caíram sobre o bairro de Dir Basha, no centro de Taiz, cidade localizada a 300 quilômetros da capital, Sana.

O número de mortos pode aumentar, já que vários feridos se encontram em estado grave, afirmaram as fontes médicas.

Em vários vídeos publicados na internet, supostamente divulgados pela população local e cuja autenticidade não foi confirmada, pode-se ver como os moradores levaram as vítimas em carros e motos.

No último dia 21 de agosto, as forças leais a Hadi conseguiram abrir um acesso a Taiz, a terceira maior cidade do Iêmen e que está sitiada pelo movimento rebelde dos houthis há um ano e meio.

Em sua luta pelo poder, os houthis contam com o apoio do ex-presidente Ali Abdullah Saleh, enquanto Hadi tem o respaldo de uma coalizão árabe dirigida pela Arábia Saudita, que começou sua intervenção em março do ano passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos