EUA disponibilizam equipe para socorrer afetados pelo furacão Matthew

Washington, 4 out (EFE).- Os Estados Unidos disponibilizaram no Haiti, Jamaica e nas Bahamas várias provisões de primeiros socorros e uma equipe de gestão de desastres, que também está em contato com as autoridades em Cuba e República Dominicana, caso necessitem de ajuda após a passagem do furacão Matthew, informou nesta terça-feira a Casa Branca.

A Agência Americana de Desenvolvimento Internacional (Usaid, na sigla em inglês) enviou uma "equipe de resposta a desastres ao Haiti, Jamaica e Bahamas", antes da chegada da tempestade a cada um desses países, informou o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, em entrevista coletiva.

"Estes especialistas em desastres estão supervisionando a passagem da tempestade em tempo real e em contato com autoridades na Jamaica, Haiti, Cuba, República Dominicana, Bahamas e Belize para garantir socorro à população caso a assistência americana seja necessária", indicou Earnest.

"Estes são países que não têm uma infraestrutura moderna significativa, e esta é uma das tempestades mais fortes em várias décadas, pelo menos nesta parte do mundo", acrescentou o porta-voz.

Além disso, a Usaid "posicionou estrategicamente provisões de emergência, incluindo agasalhos, cobertores, kits de higiene, utensílios domésticos e purificadores de água para que estejam à disposição das comunidades diretamente afetadas pela tempestade", informou Earnest.

Em comunicado, a Usaid anunciou também que disponibilizou "US$ 400 mil em assistência inicial" ao Haiti e Jamaica, para "proporcionar rapidamente uma assistência crucial para os impactados pela tempestade".

Dentro dos Estados Unidos, a Agência Federal de Gestão de Emergências (Fema, em inglês) "enviou funcionários aos centros de operações de emergência na Flórida, Geórgia, Carolina do Sul e Carolina do Norte".

Também foram enviados recursos e provisões a duas instalações em Albany (Geórgia) e Fort Bragg (Carolina do Norte), para mantê-los armazenados em locais "afastados da passagem da tempestade, mas que ainda assim estão perto de áreas que poderiam ser afetadas" por ela, para acelerar a possível resposta ao desastre.

Matthew, o furacão mais forte registrado no Caribe desde 2007, avança rumo ao norte com uma velocidade de translação de 15 km/h e ventos máximos constantes de 230 km/h.

O olho do furacão tocou a terra nesta terça-feira no oeste do Haiti e se desloca em direção ao leste de Cuba, indicou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos EUA em seu boletim.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos