Polícia fecha redação de emissora de TV e interrompe transmissão na Turquia

Istambul, 4 out (EFE).- Agentes da polícia da Turquia interromperam nesta terça-feira a transmissão de uma emissora de televisão no país, a "IMC TV", que tem uma linha editorial crítica ao governo de Recep Tayyip Erdogan, para cumprir a determinação de fechamento anunciada em um decreto na publicado na última quinta-feira.

A polícia entrou na redação quando a "IMC TV" veiculava informações sobre o fechamento de outra emissora crítica ao governo, a "Hayatin Sesi TV", cuja redação tinha sido fechada e lacrada pouco antes pelos agentes, de acordo com o site do jornal "Diken".

Assim como aconteceu com a "Hayatin Sesi TV", o canal "IMC TV", que acompanha com atenção especial o conflito curdo na Turquia, está entre as 12 emissoras fechadas por decreto na última quinta-feira, sob a acusação genérica de "divulgar propaganda terrorista".

Em fevereiro deste ano, o operador de satélite turco Türksat já havia rescindido o contrato com a "IMC", alegando problemas de "segurança nacional", mas o canal continuou sendo transmitido pelo satélite Hotbird e pela internet.

As 12 emissoras foram fechadas com base no estado de emergência decretado em 20 de julho por causa de uma tentativa fracassada de golpe de Estado militar, que o governo atribui aos seguidores do clérigo Fethullah Gülen, que vive exilado nos Estados Unidos.

Nos meses anteriores, o governo decretou o fechamento de várias emissoras de rádio e TV vinculadas ao movimento de Gülen. No entanto, os canais fechados agora não têm qualquer ligação com esse movimento, mas se situam à esquerda do espectro político, com simpatia pelo movimento marxista curdo e pela minoria alevita, que também é considerada de esquerda.

Desde a implantação do estado de emergência, mais de 100 jornalistas foram detidos, 775 tiveram seus registros profissionais cassados e 2.300 perderam o emprego, conforme denunciaram organizações de imprensa da Turquia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos