Presidente russo diz que pretende melhorar relações com Cazaquistão

Astana, 4 out (EFE).- O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira que a Rússia e Cazaquistão devem buscar maneira de eliminar ou pelo menos nivelar os fatores que prejudicam as relações entre os países, no início de uma reunião bilateral em Astana, com o líder cazaque, Nursultan Nazarbayev.

"As relações entre Rússia e Cazaquistão, certamente, se baseiam nas associações e alianças estratégicas, cooperamos em quase todas as direções. Sim, sabemos que existem alguns problemas e devemos reagir, encontrar formas e nivelar esses fenômenos negativos", afirmou o presidente russo.

Segundo dados do Ministério da Economia cazaque, o comércio entre Rússia e Cazaquistão caiu pelo terceiro ano consecutivo, e durante o primeiro semestre de 2016 somou US$ 5,5 bilhões.

O fórum de negócios realizado hoje em Astana - onde participam 900 pessoas, das quais 400 chegaram da Rússia - é uma das medidas para superar esse problema, disse.

Putin ressaltou que os exportadores russos que trabalham no Cazaquistão também importam desde este país para a Rússia todo tipo de produtos, incluídos os de alta tecnologia.

O líder russo chegou hoje à Astana para participar do XIII Fórum de cooperação regional entre Rússia e Cazaquistão, onde deve discursar junto com seu colega cazaque.

Durante a recepção, Nazarbayev felicitou Putin pelo resultado das recentes eleições parlamentares realizadas no país, onde o partido do Kremlin, Rússia Unida, obteve 343 dos 450 cadeiras que conformam a Duma.

"Esta é uma grande vitória para o senhor e para a Rússia. Isto demonstra a alta autoridade do presidente", disse o líder cazaque.

Os dois líderes, que se reuniram hoje pela 8ª vez neste ano, abordarão as relações bilaterais entre os dois países e a integração econômica da União Econômica Euroasiática, também formada por Belarus, Armênia e Quirguistão.

Putin e Nazarbayev participarão da sessão plenária do Fórum, onde será discutido, entre outros assuntos, a eliminação das barreiras bancárias entre os dois países e a cooperação no âmbito do turismo.

Na conclusão do plenário, as delegações russa e cazaque assinarão uma série de documentos bilaterais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos