Sobe para 4 o número de mortos na República Dominicana

Santo Domingo, 4 out (EFE).- Três crianças e um adulto morreram na capital da República Dominicana nos desmoronamentos provocados pelas intensas chuvas do furacão Matthew, que gerou o deslocamento de 18.545 pessoas em todo o país, informou nesta terça-feira o Centro de Operações de Emergências (COE).

Em relatório, o órgão indicou que uma criança de 5 anos faleceu na queda de uma das parede de sua casa em La Puya, em Santo Domingo, e que o mesmo ocorreu com um homem de 55 anos em Manoguayabo, também na capital. Duas meninas de 7 e 8 anos, e que em um primeiro reporte as autoridades identificaram apenas como crianças, morreram depois que ficaram presas nos escombros em um deslizamento de terra em Capotillo, no Distrito Nacional, centro da capital.

Em entrevista coletiva, o diretor do COE, o general Juan Manuel Méndez, que pediu aos moradores de zonas vulneráveis a acatar "em caráter obrigatório as ordens de evacuação para evitar tragédias", disse que as chuvas atingiram 202 casas e destruíram outras duas, enquanto 31 localidades estão sem comunicação. Segundo ele, 17.751 pessoas se deslocaram para casas de parentes ou amigos e que 794 estão em abrigos públicos.

"Pedimos para que a população não se descuide e acate os avisos e chamados", ressaltou Méndez na entrevista coletiva.

Antes da entrevista, ele liderou uma reunião entre os organismos de emergência e os ministérios de Saúde e da Defesa para avaliar o plano de contingência.

Chuvas fortes afetam a República Dominicana desde a madrugada de ontem pelos efeitos do furacão Matthew, e as autoridades mantêm um aviso de tempestade tropical do oeste da turística Santa Cruz de Barahona até a fronteira com o Haiti. Das 32 províncias do país, 19 e o Distrito Nacional estão em alerta vermelho (máxima), seis no amarelo (intermediário) e seis no verde (mínimo), segundo a atualização do COE.

O Ministério da Educação estendeu para hoje a suspensão das aulas nas províncias em alerta verde, medida que tinha adotado ontem para as localidades em alertas vermelho e amarelo. A determinação ficará vigente até amanhã.

Conforme o boletim mais recente do Escritório Nacional de Meteorologia (Onamet), as chuvas continuarão durante todo o dia de hoje, acompanhadas de raios e rajadas de vento ocasionais, que serão mais intensas nas regiões sudoeste, sul, sudeste e na fronteira com o Haiti.

O olho do poderoso furacão, de categoria 4 e com ventos máximos constantes de 230 km/h, tocou hoje terra no oeste do Haiti, segundo o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

Matthew, que tocou a terra perto de Les Anglais, está a 15 quilômetros ao leste de Tiburón (Haiti) e a 200 quilômetros ao sul da ponta leste de Cuba, informou o NHC em boletim especial. Matthew avança rumo ao norte com uma velocidade de 15km/h. EFE

mf/cdr

(foto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos