Cidadã americano morre em meio a protestos na Etiópia

Adis-Abeba, 5 out (EFE).- Uma cidadã americano morreu depois que o veículo no qual se deslocava foi apedrejado durante a onda de protestos na região de Oromia, na Etiópia, informaram nesta quarta-feira à Agência Efe fontes da embaixada dos EUA em Adis-Abeba.

A vítima dirigia o veículo ontem na altura do município de Holet, na região de Oromia e muito próxima à capital etíope, quando manifestantes começaram a lançar pedras contra seu veículo.

O incidente ocorreu dois dias depois da explosão uma onda de protestos nesta região etíope, onde no domingo passado morreram pelo menos 52 pessoas após uma correria desencadeada pela repressão policial durante uma festividade tradicional, segundo fontes oficiais.

Opositores ao regime de Hailemariam Desalegn e ativistas elevam para centenas os mortos nesta celebração no município de Bishoftu durante a festividade da Irrecha.

Os habitantes de Oromia iniciaram uma onda de protestos sem precedentes há um ano para reivindicar mais direitos políticos e acesso a recursos econômicos e denunciar a opressão do regime autoritário de Desalegn.

No último ano, mais de 400 pessoas morreram como consequência da repressão das forças de segurança nas regiões de Oromia, no centro sul do país, Amhara, no norte, e Konso, no sul.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos