Exército sírio anuncia redução de bombardeios em Aleppo

Beirute, 5 out (EFE).- O Exército sírio anunciou nesta quarta-feira que decidiu diminuir os bombardeios e os disparos da artilharia "contra posições terroristas" na cidade de Aleppo, a maior do norte do país, para permitir a ida dos cidadãos a locais seguros.

O Comando Supremo das Forças Armadas sírias explicou em comunicado, publicado pela agência de notícias oficial "Sana", que adotou esta medida depois dos "sucessos" conquistados pelos soldados em Aleppo e o corte de todas as provisões dos "terroristas" nos bairros do leste da urbe. O órgão acrescentou que o objetivo desta medida é "melhorar a situação humanitária dos cidadãos, usados como reféns e escudos humanos pelos terroristas".

Desde o último dia 22, o Exército sírio, apoiado pela aviação russa, promove uma ofensiva em Aleppo em uma tentativa de ganhar terreno a seus adversários. Neste período, os soldados avançaram frente a facções rebeldes e islâmicas pelo leste e o centro da população.

Na segunda-feira, os Estados Unidos suspenderam a cooperação com a Rússia em busca do fim do conflito sírio pela ofensiva das forças sírias e russas em Aleppo.

Conforme dados divulgados hoje pelo Observatório Sírio de Direitos Humanos, pelo menos 456 civis morreram em Aleppo vítimas da violência que vive o país, desde o fim da trégua em 19 de setembro. EFE

ssa/cdr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos