Furacão "Matthew" deixa 108 mortos em sua passagem pelo Haiti

Porto Príncipe, 6 out (EFE).- Pelo menos 108 pessoas morreram no Haiti durante a passagem do furacão "Matthew", que impactou fortemente no país na terça-feira, informou nesta quinta-feira o ministro do Interior, François Anick Joseph.

Uma avaliação parcial dos danos ocasionados pelo ciclone indica que mais de 20.000 imóveis foram severamente afetados, de acordo com os dados fornecidos pelo ministro.

Em entrevista coletiva junto ao presidente interino, Jocelerme Privert, e ao primeiro-ministro, Enex Jean Charles, Joseph afirmou que o fenômeno causou uma "catástrofe" no sul, e que as informações das quais dispõem são parciais porque em algumas áreas dessa região não há comunicação.

Por sua vez, Privert disse que a partir de agora os ministros sairão por todo o país para auxiliar os afetados.

"Meu coração está com todas as vítimas. Queremos dizer às vítimas que o governo fará tudo o que puder para ajudá-las", garantiu.

Além disso, Enex Jean Charles destacou que toda a ajuda internacional que chegue ao país deve ser coordenada pelo governo.

"Convidamos as ONGs e os países que queiram ajudar a colaborar conosco", concluiu.

O impacto do furacão "Matthew" no Haiti obrigou as autoridades eleitorais a adiar ontem as eleições gerais que estavam programadas para o próximo domingo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos