Onda de violência deixa 11 mortos na capital da República Centro-Africana

Bangui, 6 out (EFE).- Pelo menos 11 pessoas morreram em uma nova onda de violência na capital da República Centro-Africana, Bangui, desencadeada pelo assassinato do comandante do exército Marcel Mombeka, informaram nesta quinta-feira fontes sanitárias e de segurança.

O militar, ex-integrante da guarda da ex-presidente Catherine Samba-Panza, morreu na última terça-feira no bairro PK5 da capital, quando fazia compras junto com sua esposa, filho e neto.

Após a notícia do assassinato de Mombeka, uma onda de violência abalou várias áreas da cidade, na qual morreram pelo menos 11 civis nos últimos dois dias, segundo fontes governamentais e da Missão da ONU no país (MINUSCA).

O governo centro-africano condenou a explosão de violência e assegurou que vai fazer justiça contra os responsáveis desses crimes.

"Os acontecimentos dos últimos dias demonstram a vontade criminal e assassina de violar o processo de paz. Ceder a essas provocações, dando corda para atos de vingança pessoal, não vai solucionar o problema", manifestou o ministro da Segurança Pública, Jean Serge Bokassa.

A MINUSCA também condenou a nova onda de mortes na capital centro-africana.

O porta-voz Vladimir Monteiro disse que a missão "denuncia esses atos inadmissíveis que ameaçam uma paz e estabilidade ainda frágeis, obtidas após esforços consideráveis por parte das autoridades centro-africanas e das forças internacionais".

A República Centro-Africana ainda luta para sair do conflito que explodiu em dezembro de 2013, quando as milícias cristãs Anti-Balaka pegaram em armas contra o ex-grupo rebelde Séleka, de maioria muçulmana e que tinha tomado o poder pela força.

Cerca de 5 milhões de pessoas se viram afetadas pela crise de 2013-2014, enquanto algumas regiões do país ainda estão controladas por grupos armados, e há cerca de meio milhão de refugiados nos países vizinhos e 370 mil deslocados internos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos