Sobe para 264 o número de mortes no Haiti causadas pelo furacão Matthew

Porto Príncipe, 6 out (EFE).- As autoridades de Defesa Civil do Haiti informaram nesta quinta-feira que aumentou para 264 o número de mortes em consequência da passagem do furacão Matthew, que na última terça assolou o país.

A direção de Defesa Civil do departamento Sul, um dos mais afetados pelo fenômeno, divulgou a informação. Horas antes, o ministro do Interior haitiano, François Anick, informou que pelo menos 108 pessoas tinham morrido por causa de Matthew, segundo um relatório preliminar.

Os organismos de socorro ainda trabalham em busca de mais mortos ou feridos em regiões de difícil acesso. A maioria das mortes ocorreu em Les Cayes, Dame Marie e Jeremie, no departamento Sul, onde ainda não foi possível restaurar os serviços telefônicos e de internet.

"Lamentamos muito o sofrimento das vítima, mais uma vez o Haiti sofre", expressou a responsável pela Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), Sandra Honoré.

A representante do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, reiterou o apoio da organização ao país neste "momentos duro" e garantiu que sempre estará junto aos haitianos para auxiliar os que estão sofrendo.

"Pedimos a todas e a todos para que expressem sua solidariedade neste momento crucial", concluiu a declaração de Honoré.

O impacto do furacão Matthew no Haiti na quarta-feira obrigou as autoridades eleitorais a adiarem as eleições gerais que estavam programadas para o próximo domingo.

O presidente do Conselho Eleitoral Provisório (CEP), Leopord Berlanger, disse em entrevista coletiva que, "por enquanto, não é possível garantir a distribuição dos materiais (eleitorais) em todo o país", por isso será anunciada na próxima semana a nova data do pleito, crucial para a estabilidade política e social do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos