Confrontos entre facções na Síria deixam pelo menos 33 mortos

Beirute, 7 out (EFE).- Pelo menos 33 pessoas morreram nas últimas horas em combates entre rebeldes sírios e facções islâmicas, respaldadas pela Turquia, e o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) no norte da província de Aleppo, na Síria, informou nesta sexta-feira o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG disse que 13 combatentes de brigadas armadas sírias e 20 milicianos do EI perderam a vida nesses confrontos, que aconteceram nas imediações da cidade de Ajtarín.

Enquanto isso, rebeldes e brigadas islâmicas têm prosseguido seu avanço através da área e tomaram o domínio da cidade de Masuda.

Ajtarín fica a dois quilômetros e meio da cidade de Dabiq, dominada pelo EI há dois anos.

Os jihadistas acreditam em uma profecia supostamente atribuída a Maomé, segundo a qual a "grande batalha" entre muçulmanos e "infiéis" acontcerá em Dabiq e o dia do Juízo Final chegará com a vitória dos primeiros.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos