De forma antecipada, Obama vota em Hillary durante visita a Chicago

Washington, 7 out (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, votou de forma antecipada nesta sexta-feira em Hillary Clinton nas eleições presidenciais de novembro, justamente com quem disputou em 2008 a indicação do Partido Democrata e a quem escolheu agora como sua sucessora na Casa Branca.

O presidente, de viagem em Chicago para participar de vários atos de arrecadação de fundos para seu partido, fez uma parada inesperada em um centro de votação, desceu até o porão e depositou seu voto em uma das máquinas sob o olhar de centenas de curiosos.

Obama já havia votado antecipadamente nas eleições legislativas de 2014 e em 2012, quando buscava a reeleição, e se transformou no primeiro presidente americano a exercer seu direito ao voto de forma antecipada.

Hoje, perante os jornalistas que o acompanhavam, Obama preencheu os formulários necessários para votar, brincou sobre sua data de nascimento e tentou "roubar" alguns anos.

"Não podem ver em que vou votar, certo?", disse Obama, que tentou tapar a tela de uma máquina eletrônica enquanto emitia seu voto e que, ao ser perguntado pelos repórteres em quem tinha votado, apenas arqueou a sobrancelhas e sorriu.

Sem revelar nesse momento seu voto, o presidente deixou claro que aposta em Hillary para substitui-lo na Casa Branca e continuar com as reformas que ele não pôde completar devido, em parte, ao domínio republicano do Congresso, onde foi impossível, por exemplo, aprovar uma reforma migratória.

"Tenho certeza que vamos ter uma incrível sucessora democrata na Casa Branca chamada Hillary Clinton", disse hoje mesmo Obama durante um ato de arrecadação de fundos para impulsionar a eleição de legisladores democratas para a Câmara dos Representantes, onde as pesquisas voltam a dar maioria aos republicanos.

"Ainda temos muito trabalho para fazer e ninguém sabe melhor como fazê-lo que ela", ressaltou Obama.

O gesto do presidente ajuda a dar visibilidade e promover o voto antecipado, uma opção que a maioria dos estados oferece e que pode ser feita por meio do preenchimento de um formulário ou pessoalmente em um centro de votação.

A equipe de Hillary anunciou hoje que Obama fará campanha pela candidata na próxima terça-feira em Greensboro, na Carolina do Norte, um estado-chave onde os afro-americanos apoiam a democrata, mas que tem grandes índices de abstenção, razão pela qual a ex-secretária de Estado tenta impulsionar o voto antecipado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos