Maduro cria prêmio "Hugo Chávez da Paz" e sugere Putin para recebê-lo

Caracas, 7 out (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta sexta-feira a criação do prêmio "Hugo Chávez da Paz e da Soberania dos Povos", em homenagem a seu antecessor falecido, e propôs o nome do presidente russo, Vladimir Putin, para ser o primeiro a recebê-lo.

O presidente venezuelano disse ter decidido a criação deste prêmio "de caráter internacional e nacional" para aqueles líderes e pessoas que tenham se destacado na luta pela paz, indicou.

O anúncio foi feito durante a participação de Maduro em um ato para inaugurar uma estátua de Hugo Chávez (1999-2013), elaborada pelo escultor Serguei Kazantzev por ordem de Putin, em Sabaneta, cidade natal do falecido presidente.

Maduro disse então que, uma vez que se constitua o júri para este prêmio, lhes proporá que seja justamente o presidente russo o primeiro a recebê-lo.

"Eu acho desde já que este prêmio deve ser entregue a um líder que acredito ser o líder mais destacado que há no mundo de hoje, lutador pela paz, lutador pelo equilíbrio do mundo, construtor do mundo pluripolar, multicêntrico", declarou, em referência a Putin.

A estatueta do reconhecimento será uma réplica da obra de Kazantzev inaugurada hoje na cidade natal de Hugo Chávez.

O anúncio de Maduro foi feito no mesmo dia em que o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, foi agraciado com o Prêmio Nobel da Paz, por seus esforços para alcançar a paz, apesar do resultado do referendo de 2 de outubro, quando foi desestimada a proposta de acordo com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Embora o presidente venezuelano não tenha feito menção alguma ao reconhecimento outorgado a Santos, falou sobre o processo de paz colombiano, que disse seria premiado se for concretizado.

"Haverá que premiar a paz na Colômbia, se for consolidada, esperamos postulações de quem possa representar a paz na Colômbia para que o júri avalie se entrega o prêmio 'Hugo Chávez da Paz e da Soberania dos Povos' a algum dos protagonistas do processo de paz", disse sem mencionar seu homólogo colombiano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos