"Matthew" perde força em seu trajeto perto do litoral nordeste da Flórida

Miami, 7 out (EFE).- Os ventos máximos constantes do furacão "Matthew", que se desloca em direção ao norte e se afasta do litoral nordeste da Flórida, seguem em 175 km/h, o que o transforma em um ciclone de categoria 2, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

O furacão, que deixou um rastro de postes e árvores caídos no leste da Flórida, se encontra agora 90 quilômetros ao leste-nordeste de Jacksonville Beach, no nordeste da Flórida, e 170 quilômetros ao sul-sudeste de Savannah, Geórgia.

O fenômeno meteorológico se desloca rumo ao norte, aproximando-se mais à costa sudeste da Geórgia, com uma velocidade de translação de 19 km/h e espera-se que mantenha dita trajetória até esta noite.

"Matthew" é um furacão de categoria 2 na escala de intensidade de Saffir-Simpson, de um máximo de 5, e, embora esteja previsto um "enfraquecimento nas próximas 48 horas", espera-se que se mantenha "como um furacão até que comece a se afastar do litoral sudeste dos Estados Unidos no próximo domingo".

Todd Kimberlain, meteorologista do NHC, com sede em Miami, advertiu à Efe que, "pelo fato de o olho estar tão perto do litoral, qualquer pequeno desvio levaria o vórtice a tocar terra" em algum ponto do litoral do nordeste da Flórida.

Preocupam especialmente os efeitos das ondas e uma possível ressaca ciclônica, ou seja, o aumento do nível do mar que entra em terra impulsionado pelos ventos e outros fatores, que poderia ter consequências catastróficas.

Tanto a Flórida como os estados da Geórgia e as Carolinas permanecem sob estado de emergência.

Na Flórida, primeiro estado dos EUA que sofre o impacto de "Matthew" após sua passagem pelo Caribe, onde deixou 820 mortos só no Haiti, mais de 1,1 milhão de pessoas estão sem energia elétrica, segundo informou o governador deste estado, Rick Scott.

A previsão é que a chuva acumulada por causa de "Matthew" poderia alcançar entre 20 e 30 centímetros no litoral atlântico americano, desde as áreas litorâneas centrais da Flórida até o leste da Carolina do Norte, com acúmulo de até 38 centímetros em pontos isolados e perigosas inundações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos