Política antidrogas de Duterte tem apoio de 84% de filipinos

Manila, 7 out (EFE).- Cerca de 84% da população das Filipinas apoiam a polêmica campanha contra as drogas iniciada pelo presidente Rodrigo Duterte, que já causou cerca de 3,7 mil mortes nos primeiros 100 dias de mandato, segundo uma pesquisa divulgada nesta sexta-feira.

A pesquisa feita pela "Social Weather Centre" aponta que apenas 8% dos 1,2 mil adultos entrevistados se mostraram insatisfeitos com a violenta operação contra o narcotráfico, enquanto outros 8% estão indecisos.

Realizada entre os dias 24 e 27 de setembro, a pesquisa também revelou que 71% dos filipinos acham "muito importante" que os suspeitos envolvidos com drogas não morram em operações policiais, e que outros 23% consideram "bastante importante".

A mesma empresa publicou ontem outro estudo, apontando que 76% da população aprova o início de gestão de Duterte - que tomou posse no dia 30 de junho - se tornando assim o segundo presidente do país com melhor avaliação.

A imagem do dirigente não ficou abalada por causa da violência de sua operação antidroga, nem por seus ataques aos Estados Unidos, União Europeia e ONU, em resposta às críticas de sua controvertida campanha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos