Bombardeio da coalizão árabe na capital do Iêmen mata mais de 80 pessoas

Sana, 8 out (EFE).- Pelo menos 82 pessoas morreram e 534 ficaram feridas em ataques aéreos lançados pela coalizão militar liderada pela Arábia Saudita contra uma sala de eventos no sul da capital iemenita, Sana, informou o porta-voz do Ministério da Saúde do governo dos rebeldes houthis, Ghazi Ismail.

Em entrevista coletiva, ele pediu a todos os médicos especialistas para que se dirijam ao local para "salvar os feridos" e apelou aos cidadãos para que façam doações de sangue. Ismail também solicitou às organizações internacionais que operam no Iêmen que "cumpram com seus deveres humanitários" e "prestem atendimento médico".

O ataque aconteceu quando centenas de pessoas faziam uma homenagem à mãe do ministro de Interior do governo insurgente, general Jalal Ali al-Rawishan, que morreu recentemente, em um salão de eventos do bairro residencial de Al Jamsin.

Ao todo, quatro bombardeios atingiram o local de forma consecutiva, os dois últimos no momento em que equipes de emergência já tinham começado os trabalhos de evacuação e resgate. Os feridos foram levados aos hospitais em ambulâncias e carros particulares, já que a situação se tornou caótica, conforme a Agência Efe constatou.

Em meio à correria, muitas pessoas chegavam ao local do ataque para ter notícia de parentes e amigos que tinham ido à sala, que ficou completamente destruída.

Uma fonte do movimento rebelde dos houthis, que não quis se identificar, disse à Agência Efe que dirigentes do governo insurgente, que estavam presentes na cerimônia, poderiam estar entre os mortos.

A coalizão de países árabes e sunitas começou uma campanha militar no Iêmen em março de 2015 contra os rebeldes xiitas, que controlam a capital Sana, e em apoio às forças leais ao presidente Abdo Rabbo Mansour Hadi, atualmente exilado em Riad.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos