Começa reunião do Conselho Segurança para votar 2 propostas sobre a Síria

Nações Unidas, 8 out (EFE).- Os 15 membros do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) já estão reunidos para votar as duas propostas de resolução sobre o conflito na Síria, uma promovida pela França e as potências ocidentais e outra, pela Rússia.

A previsão é de que aconteçam duas votações, uma resolução patrocinada conjuntamente por França e Espanha, com o apoio de outras potências ocidentais, e uma proposta alternativa defendida pela Rússia.

A Agência Efe teve acesso aos dois textos e ambos pedem que seja decretado um novo cessar-fogo "imediato" e que seja permitida a distribuição de ajuda humanitária à população civil nas áreas sitiadas. A principal diferença, no entanto, é que a proposta francesa exige também "o fim de todos os bombardeios aéreos" em Aleppo, enquanto o texto russo se foca nos esforços da ONU para que os terroristas da Frente al Nusra deixem a cidade.

A Rússia, um dos cinco países que têm direito de veto no Conselho de Segurança, já disse que essa proposta da França é "hostil" e "inaceitável" e que "suspeita" que está sendo impulsionada apenas para que seja vetada.

Fontes diplomáticas ouvidas pela Efe disseram que o texto proposto pelo governo russo também não tem chances de seguir adiante na votação e poderia ser vetado por outros membros permanentes do Conselho (Estados Unidos, França, Reino Unido e China).

Desde o final do cessar-fogo em 19 de setembro, quase 500 civis morreram na região de Aleppo, incluindo 90 menores de idade e 40 mulheres, enquanto 1.200 civis ficaram feridos, de acordo com o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos