Santos participará de ato religioso com sobreviventes de massacre de Bojayá

Bogotá, 8 out (EFE).- O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, visitará neste domingo a cidade de Bojayá, no departamento (estado) de Chocó, localizado no noroeste do país, onde há 14 anos mais de 70 pessoas morreram em um dos piores massacres cometidos pelas Farc.

O chefe de Governo participará da missa dominical, que será realizada na igreja São Paulo Apóstolo, e à qual assistirão vários dos sobreviventes do massacre que matou entre 74 e 119 civis, segundo diversas fontes, informou neste sábado a Presidência da República em comunicado.

A missa é o primeiro ato público fora de Bogotá do qual Santos participa, após ter sido agraciado com o Prêmio Nobel de Paz.

O massacre de Bojayá aconteceu no dia 2 de maio de 2002, quando um grupo de insurgentes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) jogou um botijão de gás contra a igreja local onde os habitantes se refugiavam para se proteger de um confronto entre a guerrilha e um grupo paramilitar.

Santos foi reconhecido com o Prêmio Nobel por seu esforço para levar adiante o processo de paz com as Farc e terminar com o conflito armado com esse grupo, que já dura 52 anos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos