Farc respaldam eventual início de fase pública de processo de paz com ELN

Bogotá, 10 out (EFE).- O líder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), Rodrigo Londoño, conhecido como "Timochenko", respaldou nesta segunda-feira o eventual início da fase pública do processo de paz entre a guerrilha do Exército de Libertação Nacional (ELN) e o governo colombiano, que deve ser oficializado na Venezuela.

"Conta com nosso respaldo militante e solidário. Muito sucesso nesse processo que hoje iniciam", escreveu "Timochenko" em sua conta no Twitter.

Por sua parte, o chefe negociador das Farc nos diálogos de paz com o governo, Luciano Marín, conhecido como "Ivan Márquez", destacou este acontecimento como uma "grande notícia".

"Muito boa notícia para o país o acordo entre o ELN e o governo para começar os diálogos", disse Márquez.

No último dia 30 de março, o ELN e o governo colombiano anunciaram em Caracas o início de uma fase pública de diálogos de paz cuja abertura foi condicionada pelo Executivo à solução de alguns "temas humanitários", como o fim dos sequestros.

Fontes do Ministério das Relações Exteriores da Venezuela confirmaram hoje à Agência Efe que o ELN fará hoje um "importante" anúncio na sede da chancelaria em Caracas sobre as conversas de paz que mantém com o governo colombiano, e que aparentemente será o de informar que passam de maneira oficial à fase pública de diálogos.

O ELN tem em seu poder um número desconhecido de pessoas, entre eles o ex-congressista Odín Sánchez Montes de Oca, que no último mês de abril pediu para ficar em cativeiro no lugar de seu irmão Patrocinio, ex-governador do departamento de Chocó, que estava há quase três anos sob o poder dessa guerrilha e tinha graves problemas de saúde.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos