Israel fechará passagem para Cisjordânia e Gaza durante Yom Kippur

Jerusalém, 10 out (EFE).- Israel fechará na meia-noite desta segunda-feira os postos de controle militares com a Cisjordânia e Gaza até quinta-feira, por ocasião da celebração do Yom Kippur, a festa mais sagrada do calendário hebreu.

"De acordo com uma diretriz governamental, entre terça-feira, dia 11, e quarta-feira, dia 12, e pelas festividades do Yom Kippur, os cruzamentos com Judéia e Samaria (denominação bíblica para a Cisjordânia) e com a Faixa de Gaza permanecerão abertos só para palestinos em circunstâncias especiais e casos humanitários", informou à Agência Efe uma porta-voz do Exército israelense.

Para estas situações, será necessária a coordenação com o COGAT (o escritório de coordenação do governo israelense para as atividades nos territórios ocupados, um organização militar).

Além disso, o país fechará suas fronteiras ao resto do mundo no véspera do Yom Kippur ou Dia do Perdão, que neste ano começa a ser celebrado, de acordo com o calendário hebreu, na terça-feira a partir do pôr do sol.

A partir desse momento, será encerrada todas as atividades em escolas, comércios, transportes e inclusive transmissões de rádio e televisão.

É a única jornada do ano na qual o aeroporto internacional de Ben Gurion fica fechado.

Também são fechadas todas as fronteiras e o espaço aéreo.

Este isolamento é uma tradição que se remonta aos primeiros dias de criação do Estado de Israel em 1948, quando os líderes políticos pactuaram um recesso total do país como parte de uma jornada de reflexão judia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos