Polícia búlgara detém 65 imigrantes escondidos em trem da Turquia

Sófia, 10 out (EFE).- A polícia de fronteira da Bulgária deteve na madrugada desta segunda-feira 65 imigrantes ilegais que pretendiam entrar no país balcânico escondidos em um trem procedente da Turquia e carregado com minerais.

A detenção aconteceu no posto fronteiriço de Kapitan Andreevo, cerca de 350 quilômetros ao sudeste da Bulgária, informou à Efe uma porta-voz do Ministério Interior do país europeu.

Os imigrantes detidos declararam às autoridades que são sírios, acrescentou a fonte policial.

Esta não é a primeira vez que os guardas búlgaros detêm estrangeiros escondidos em um trem procedente da Turquia.

No dia 24 de setembro, os agentes encontraram 32 imigrantes - 12 homens, sete mulheres e 13 crianças - que estavam escondidos em um trem que transportava automóveis da Turquia para a Romênia.

A Bulgária compartilha uma fronteira de 259 quilômetros com a Turquia e está construindo uma cerca fortificada na divisa, que é monitorada com a ajuda de dezenas de policiais europeus.

Os governos europeus pretendem impedir desta maneira a entrada de refugiados e imigrantes oriundos do Oriente Médio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos