Ataque de insurgentes em templo xiita em Cabul deixa 14 mortos

Cabul, 11 out (EFE).- Pelo menos 14 pessoas morreram e outras 36 ficaram feridas nesta terça-feira após vários insurgentes abrirem fogo dentro de um templo da minoria muçulmana xiita em Cabul, capital do Afeganistão, onde uma multidão de fiéis participava de uma de suas festividades mais importantes, a Ashura, informaram à Agência Efe fontes oficiais.

"Temos a informação de que 14 pessoas morreram, incluindo um policial, e outras 36 pessoas, entre elas três policiais, ficaram feridas", declarou o porta-voz do Ministério do Interior afegão, Sediq Sediqqi.

O porta-voz esclareceu através de sua conta oficial no Twitter que o ataque também terminou com a morte de "um terrorista que participou" da ação insurgente.

Um membro do serviço de emergências do Ministério do Interior, que pediu anonimato, afirmou à Efe que pelo menos dois insurgentes abriram fogo contra os fiéis que estavam no templo Karti-e-Sakhil, um dos centros religiosos mais importantes para os xiitas no Afeganistão.

A polícia de Cabul havia aconselhado na semana passada aos membros da comunidade xiita na capital afegã para que evitassem participar de eventos públicos como manifestações ou orações devido à possibilidade de ataques.

A comunidade xiita é uma das mais abaladas pelos atentados terroristas no Afeganistão.

Em julho, um ataque de membros do grupo jihadista Estado Islâmico contra manifestantes da minoria xiita hazara provocou a morte de 80 pessoas e deixou mais de 200 feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos