Cazaquistão prende 3 membros de grupo radical que planejava atentados

Astana, 11 out (EFE).- O Comitê de Segurança Nacional do Cazaquistão (CSN) confirmou nesta terça-feira a prisão de três membros de um grupo radical religioso que planejava realizar uma série de "atos terroristas" contra a polícia e outras agências estatais.

"No dia 10 de outubro de 2016, três membros de um grupo radical, que planejavam atos terroristas contra a polícia e as agências especiais, foram detidos em Almaty por funcionários da Comissão Nacional de Segurança", informou hoje o CSN através de um comunicado.

Durante a operação, os agentes do CSN apreenderam "dispositivos explosivos caseiros" e detonadores, além de documentos religiosos extremistas, incluindo chamadas para cometer ataques terroristas.

Segundo o CSN, desde o começo deste ano, as autoridades prenderam 29 pessoas radicalizadas em Almaty, a maior cidade do Cazaquistão.

O governo do presidente Nursultan Nazarbayev intensificou recentemente as medidas de segurança contra as atividades extremistas violentas depois que mais de uma dúzia de pessoas morressem em ataques na cidade ocidental de Aqtobe e em Almaty.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos