Maduro afirma que oposição venezuelana "fracassou totalmente"

Istambul, 11 out (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta terça-feira em Istambul que a oposição de seu país "fracassou totalmente" e que o processo para um referendo revogatório que realizou esteve "cheio de fraudes e irregularidades".

"A oposição fracassou totalmente", disse Maduro em uma entrevista a um grupo de jornalistas, entre eles a Agência Efe, em paralelo ao XXIII Congresso Mundial da Energia realizado em Istambul.

Segundo o líder latino-americano, "o capital que acumularam" os opositores nas eleições de 6 de dezembro "foram perdidos, atirados no cesto do lixo".

"E um mecanismo constitucional como a solicitação de um referendo revogatório foi feita inoportunadamente e cheia de fraudes e ilegalidades", declarou Maduro.

O presidente disse, além disso, que os opositores a seu governo "não têm capacidade para dirigir e governar a Venezuela".

"Eles não têm moral, não têm projeto para dirigir nosso país. Só a revolução tem a capacidade para fazer este milagre, para passarmos por 2016, que é o ano mais difícil de muitos que passamos", indicou.

Além disso, Maduro também acusou "os veículos de imprensa internacionais muito influenciados pelos fatores anti-revolucionários, anti-bolivarianos, anti-venezuelanos" de esconder "a fraude da direita assim como esconderam durante 40 anos a corrupção que apodreceu o regime político venezuelano".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos