Ministro turco viaja para os EUA para tratar solicitação de detenção de Gülen

Istambul, 11 out (EFE).- O ministro turco de Justiça, Bekir Bozdag, deve se reunir com a Procuradora-Geral dos Estados Unidos, Loretta Lynch, entre 26 e 27 de outubro, para tratar sobre a solicitação de Ancara de prender e extraditar o clérigo Fethullah Gülen.

"Viajo aos Estados Unidos dia 25. Temos uma reunião com a Procuradora-Geral em 26 e 27 de outubro", disse Bozdag nesta terça-feira à imprensa no parlamento em Ancara, segundo a agência "Anadolu".

O ministro precisou que "o principal assunto da visita" será a solicitação de Ancara de que as autoridades americanas detenham de forma provisória Gülen, residente desde 1999 na Pensilvânia (EUA), a quem Ancara acusa de estar por trás do fracassado golpe militar de 15 de julho.

Concretamente, Bozdag abordará com Lynch os "documentos legais entregues aos Estados Unidos com relação ao fundador e líder da Organização Terrorista Fethullah Gülen (FETÖ, nome usado pelo governo turco para a confraria do citado predicador islamita)".

Ancara acusa as redes de Gülen, sobre quem pede sua extradição à Turquia, de ter se infiltrado nas estruturas estatais, sobretudo o Exército, a polícia e o judiciário, a fim de estabelecer um "Estado paralelo" e ter organizado o fracassado golpe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos