Diálogo para obter união e paz na Colômbia após referendo avança, diz Santos

Bogotá, 12 out (EFE).- O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, afirmou nesta quarta-feira que continua dialogando com diferentes setores e organizações que apoiaram o "sim" e o "não" no referendo do início de outubro sobre o acordo de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Depois da apertada vitória do "não" que impediu que o pacto fosse referendado, o governo, representantes da oposição e as Farc trabalharam para chegar a um consenso que permita encerrar com 52 anos de conflito armado no país.

Santos fez hoje em um pronunciamento nacional na televisão um balanço das diferentes reuniões que manteve com a oposição, a igreja, as vítimas e os indígenas para chegar a um acordo o mais breve possível.

"Com os ex-presidentes Álvaro Uribe e Andrés Pastrana, estabelecemos procedimentos para receber suas propostas. Estamos pendentes desses avanços", afirmou Santos.

"Me reuni com (a ex-candidata presidencial) Martha Lucía Ramírez, que me entregou um documento com pontos concretos e reiterei a ela que a propriedade privada não está em risco e que os proprietários de boa fé terão suas terras protegidas e garantidas", disse.

O presidente também falou sobre o encontro que realizou com o ex-procurador da Colômbia, Alejandro Ordóñez, e com representantes de diferentes igrejas do país.

"Falamos sobre a importância da família para construir paz e pude explicar que o acordo não promove a ideologia de gênero. O que sim está no acordo é um reconhecimento e uma defesa das mulheres como vítimas e como construtoras da paz", explicou o presidente.

Santos revelou que na maioria das reuniões que manteve depois do referendo, seus interlocutores pediram que ele encontre uma "breve solução" porque a "incerteza é inimiga do processo de paz".

"Seguirei escutando e recolhendo as inquietações para esclarecê-las e para que a mesa de negociações possa discuti-las", explicou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos