G7 adota diretrizes para prevenir ciberataques ao setor financeiro

Tóquio, 12 out (EFE).- Os países do G7 adotaram um quadro comum para proteger o setor financeiro de ciberataques diante do crescente número de crimes deste tipo cometidos contra instituições e entidades nacionais, informou o governo do Japão.

Se trata de um conjunto de medidas não vinculativas entre as quais se destacam uma maior troca de informação e avaliação das estratégias de cibersegurança em nível nacional, explicaram em comunicado o Ministério das Finanças e o Banco Central do Japão, que ocupa a presidência rotativa do G7.

Os sete países mais industrializados procuram, assim, evitar novos casos como o famoso roubo de US$ 81 milhões sofrido em fevereiro pelo Banco central de Bangladesh, em sua conta no Federal Reserve de Nova York (Fed), utilizando o sistema de "hack" de mensagem financeira Swift.

"Os ciber-riscos são cada vez mais perigosos e mais diversos, e ameaçam provocar interrupções em nossos sistemas financeiros globais interligados", afirmou o texto aprovado pelos países do G7 (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido).

As autoridades financeiras nacionais devem agora traduzir estas orientações de segurança em normativas e medidas concretas, e em função das características e o volume do setor em cada país, segundo o quadro comum adotado.

O documento também pede o estabelecimento de unidades nacionais de cibersegurança e a revisão das atuais estratégias neste campo, com o objetivo de identificar possíveis lacunas que possam facilitar a ação dos cibercriminosos.

Estas orientações são baseadas nas conclusões adotadas pelos líderes do G7 na cúpula realizada no final de maio em Ise-Shima (centro do Japão), assim como na reunião anterior que aconteceu na cidade japonesa de Sendai, entre as titulares de Finanças.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos