Adolescentes detidos na Austrália planejavam ataque terrorista

Sydney (Austrália), 13 out (EFE).- Os dois adolescentes armados com facas, detidos na terça-feira, em Sydney, na Austrália, planejavam cometer um ataque jihadista inspirado no Estado Islâmico (EI), informou nesta quarta a polícia do estado australiano de Nova Gales do Sul.

Os menores, de 16 anos, foram acusados de preparar um ato terrorista e de afiliação a uma organização terrorista, acusações que acarretam uma pena máxima de prisão perpétua, disse à imprensa a representante da polícia local, Catherine Burn.

"Argumentaremos que este ataque foi inspirado pelo Estado Islâmico", afirmou Catherine, admitindo que a polícia "ainda precisa de informação específica" de um alvo em particular onde se seria realizado o atentado.

Os jovens, um dos quais seria filho de um terrorista condenado, permanecerão detidos pelo menos até seu comparecimento perante um tribunal de menores, em dezembro.

A polícia suspeita que os jovens, ambos estudantes, fizeram no passado comentários condenando o envio de tropas da Austrália para o Afeganistão com o objetivo de lutar contra seus irmãos, podem estar envolvido na radicalização de outros colegas.

A Austrália elevou em setembro de 2014 o alerta para o terrorismo, registrando um aumento de jovens tentados pelo extremismo islâmico que se envolvem em atentados em solo australiano ou que tentam deixar o país para combater no Oriente Médio.

As autoridades reforçaram desde então a segurança e aprovaram uma série de leis antiterroristas para prevenir atentados no país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos