Encontrado na França arsenal da ETA com 145 armas, o maior desde 2004

Madri, 13 out (EFE).- Agentes da Guarda Civil da Espanha e da Direção Geral de Segurança Interior da França (DGSI) encontraram em uma floresta da França um arsenal da organização terrorista ETA com 145 armas curtas, entre pistolas e revólveres, o maior do grupo localizado no país desde 2004.

Fontes da luta antiterrorista espanhola disseram nesta quinta-feira à Efe que no esconderijo descoberto na quarta-feira também havia munição e partes de armas.

Em 4 de abril de 2004 foram localizados em Saint Michel (França) 500 quilos de explosivos e meses depois, em 3 de outubro, após as detenções dos "etarras" "Mikel Antza" e "Anboto", foram encontrados também na França sete esconderijos com documentos, armas, 600 quilos de dinamite e outros 500 de clorato de sódio, além de dois mísseis.

Este último arsenal estava em uma floresta da cidade francesa de Carlepont, a cerca de 100 quilômetros a nordeste de Paris, no departamento de Oise.

Aparentemente, segundo fontes da investigação, a ETA pretendia usar esse material para negociar com os governos de Espanha e França.

Fontes da Justiça na França revelaram à Efe que uma informação recebida na terça-feira pelas forças de segurança levou à descoberta das armas.

A colaboração entre Guarda Civil e DGSI permitiu também acabar com a última cúpula da ETA na denominada operação Pardines, desenvolvida na França há um ano e na qual os dirigentes Iratxe Sorzábal e David Pla foram detidos.

Neste sentido, o Ministério do Interior espanhol ressaltou ontem o "excelente nível de cooperação entre os dois países em matéria de luta contra o terrorismo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos