Estados Unidos bombardeiam três radares no Iêmen

Washington, 13 out (EFE).- Os Estados Unidos bombardearam três radares pertencentes às milícias xiitas houthis no Iêmen após o lançamento de mísseis contra o destróier americano USS Mason, informou o Pentágono.

"As primeiras avaliações mostram que foram destruídos", afirmou o Departamento de Defesa dos EUA, em comunicado, onde informou que os ataques "em defesa própria" foram autorizados pelo presidente Barack Obama.

"Os alvos dos ataques eram radares que participaram do recente lançamento de mísseis que ameaçou o USS Mason e outros que operam em águas internacionais do Mar Vermelho e próximo de Mandeb", disse o Pentágono.

A nota do Pentágono adverte que os EUA "responderá" a qualquer ameaça futura "conforme apropriado" para proteger seu "pessoal, navios e liberdade de navegação nesse importante corredor marítimo".

Aliados do Irã, os houthis estão sendo atacados por uma coalizão liderada pela Arábia Saudita e e EUA desde o ano passado.

Os houthis parecem haver aumentado sua beligerâncias com lançamentos de mísseis ao território vizinho na Arábia Saudita e navios militares, após o ataque aéreo saudita a um funeral na capital iemenita, Sana, onde morreram 140 pessoas.

No funeral estavam importantes líderes de facções tribais anti-sauditas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos