Michelle Obama pede um "basta" a Trump por intolerável tratamento a mulheres

Washington, 13 out (EFE).- A primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, pediu nesta quinta-feira que os cidadãos digam um "basta" perante o "intolerável" tratamento do candidato republicano à Casa Branca, Donald Trump, em direção às mulheres porque "não é algo normal e que pode ser ignorado".

Em uma das ocasiões nas quais teceu comentários machistas, Trump se referiu ao abuso sexual de mulheres como uma "conversa de vestiário", o que para Michelle é um "insulto" a todos os "homens decentes", ressaltou a primeira-dama durante um comício a favor da candidata democrata à presidência, Hillary Clinton, em Manchester (New Hampshire).

A primeira-dama, em discurso muito crítico a Trump, disse que os homens "realmente fortes" e poderosos "não necessitam menosprezar as mulheres".

Michelle admitiu que, desde que apareceu na semana passada um vídeo de 2005 com esses comentários de Trump, não conseguiu deixar de pensar no fato de que um homem candidato à presidência do país "se gabou por agredir mulheres sexualmente".

"Posso dizer que os homens em minha vida não falam assim sobre as mulheres e sei que minha família não é uma exceção", disse taxativa a esposa do presidente Barack Obama.

Segundo sua opinião, os "vergonhosos" comentários de Trump nesse vídeo não são "um incidente isolado", mas uma amostra de como o magnata trata as mulheres, e escutar esse tipo de linguagem "dói".

"Nenhuma mulher merece ser tratada assim", enfatizou a primeira-dama ao pedir que os presentes no comício se perguntem sobre "que mensagem estamos dando" às crianças ao tolerar atitudes e comentários como os de Trump.

Chegou a hora de "parar e dizer já basta", disse Michelle ao enfatizar a importância de comparecer às urnas em 8 de novembro, porque ficar em casa equivale a impulsionar Trump.

Por isso, pediu a todos os cidadãos que nestas eleições rejeitem "o ódio e o medo" para seguir vivendo "no melhor país da Terra".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos