Morre o rei da Tailândia aos 88 anos

Bangcoc, 13 out (EFE).- O rei da Tailândia, Bhumibol Adulyadej, morreu nesta quinta-feira aos 88 anos em um hospital de Bangcoc onde estava internado há mais de um ano, informou a Casa Real em comunicado.

No comunicado se detalha que o monarca morreu às 15h52 (horário local, 5h52 em Brasília) no Hospital Siriraj da capital tailandesa.

Bhumibol, que era o decano dos chefes de Estado do mundo após 70 anos no trono, morreu após ser submetido no sábado a um procedimento para drenar líquido em seu cérebro, o que lhe causou uma forte queda de pressão.

"A equipe médica fez todo o possível, mas seu estado de saúde piorou", segundo o comunicado, acrescentando que o rei morreu em paz.

Bhumibol estava internado no Hospital Siriraj de maneira quase ininterrupta há mais de um ano e desde então a Casa Real emitiu 37 comunicados sobre o desenvolvimento de sua hospitalização.

A última aparição pública do monarca foi no dia 11 de janeiro, quando realizou durante algumas horas uma visita ao palácio real de Chitralada.

O estado de saúde de Bhumibol é um assunto muito sensível no país devido à lei de lesada altivez, que castiga com entre três e 15 anos de prisão os insultos contra a família real.

Bhumibol, no trono desde 1946, é o único rei que conheceu a maioria dos tailandeses, que o tinham como um ser quase divino, símbolo de unidade e guia da nação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos