Mujica diz que mundo vive brutal crise política por falta de liderança

Cidade do México, 14 out (EFE).- O ex-presidente do Uruguai José Mujica afirmou nesta sexta-feira que existe uma brutal crítica política no mundo provocada pela falta de liderança e encorajou os jovens universitários a refletir sobre os problemas da sociedade.

Mujica participou da 72ª Assembleia Geral da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) realizada na Cidade do México. "Acredito que no mundo há uma brutal crise política porque esta é uma civilização cada vez mais global, mas não tem direção política. Esta funcionando sob o impulso do mercado e isso é trágico", disse o ex-presidente em uma conferência durante o evento.

"A globalização impõe que olhemos pelo mundo inteiro. Há problemas que nenhum país pode regular e que necessitam de políticas mundiais. Teremos chegado aos limites do homem?", questionou.

Mujica defendeu que a verdadeira liderança se baseia em princípios e valores porque precisa de um consentimento que não é imposto, mas sim obtido.

"Parece que os partidos estão em crise e, de repente, aparece uma estrela de cinema ou um senhor com muito dinheiro que contratou uma agência de publicidade. São oferecidos com as mesmas técnicas que qualquer produto e, às vezes, dá resultado", criticou.

Por esse motivo, avaliou Mujica, os partidos estão falhando e a política está desacreditada. "É um problema de liderança que representa uma tragédia de nossa época", apontou.

Mujica citou como exemplo o candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, e disse não estar preocupado com o personagem representado por ele, mas sim com quem o segue.

Em uma conversa informal, apesar de marcada por momentos de reflexão profunda, o ex-presidente uruguaio falou de temas como a acumulação de riqueza, democracia, amor, ódio, felicidade, trabalho e dinheiro.

Um ponto central do evento foi ocupado pelo problema das drogas e do narcotráfico. Mujica voltou a expor seus motivos para ter legalizado a maconha no Uruguai.

Além disso, o ex-presidente encorajou os jovens universitários a pensar e refletir sobre os problemas atuais da sociedade. "Gosto de falar do mundo que está por vir e no qual não vou estar", disse.

"Aos jovens digo: cometam seus erros, mas não os nossos erros. Aprendam com os erros de nossa geração e tenham a coragem de viver com os de vocês com decisão, afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos