Venezuelano é eleito novo Superior dos Jesuítas

Cidade do Vaticano, 14 out (EFE).- O venezuelano Arturo Sosa Abascal, de 64 anos, foi eleito nesta sexta-feira novo Superior da Congregação Geral da Companhia de Jesus, os Jesuítas, em uma votação após a renúncia do espanhol Adolfo Nicolás.

Padre Sosa, nascido em Caracas (Venezuela) no dia 12 de novembro de 1948, é conselheiro do padre geral e delegado geral para as casas e obras interprovinciais da Companhia de Jesus em Roma e tem um doutorado em Ciências Políticas da Universidade Central da Venezuela, informou a congregação.

O venezuelano, que será o novo "papa negro" como é conhecido pela importância dos jesuítas e a cor de seu traje, foi eleito após uma votação secreta dos 217 eleitores realizada durante a 36ª Congregação Geral realizada em Roma.

Abascal será o 31º superior geral e o primeiro não europeu desde o nascimento da congregação fundada por santo Inácio de Loyola.

Após a escolha na sede dos jesuítas em Roma, para a qual se requeriam 50% mais um dos votos (107), se ouviu um forte aplauso e, como requer o processo, posteriormente o papa foi informado, que pôde parabenizar por telefone o escolhido.

O venezuelano substitui o espanhol Nicolás, que deixou o cargo por motivos de idade, pois tem 80 anos, após ter sido eleito em 2008.

A 36ª congregação começou no dia 2 de outubro e terminou hoje com uma missa concelebrada pelos 212 eleitores na igreja mãe dos jesuítas em Roma e a posterior votação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos