Lavrov diz que diálogos com países do Oriente Médio sobre Síria continuarão

Lausanne (Suíça), 15 out (EFE).- Os contatos entre Rússia, Estados Unidos e um grupo de países do Oriente Médio com considerável influência na guerra da Síria continuarão com base em alguns entendimentos alcançados nas reuniões deste sábado, declarou o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

Rússia, Turquia, Irã, Arábia Saudita, Jordânia, Iraque, Catar e Egito participaram da reunião convocada pelo chefe da diplomacia americana, John Kerry, que manteve uma conversa separadamente com o enviado especial da Organização das Nações Unidas (ONU) para a Síria, Staffan de Mistura.

"Algumas ideias interessantes foram discutidas neste círculo, que representa uma série de países que podem influir de maneira significativa na situação. Acordamos continuar em contato nos próximos dias", disse Lavrov à imprensa antes de deixar o hotel onde as reuniões aconteceram.

Esses contatos acontecerão com base em alguns pontos de vista comuns que "poderiam ajudar a promover um acordo", acrescentou.

Pela primeira vez se sentaram em torno de uma mesa de negociações os países que apoiam às partes que se enfrentam desde 2011 no conflito sírio, que já deixou mais de 400 mil pessoas mortas, conforme cálculos da ONU.

Em um fato inédito, o Irã foi convidado a participar ativamente na busca de um acordo para o cessar-fogo na Síria e, em particular, para deter os bombardeios sobre Aleppo feitos pelas forças governamentais apoiadas pela aviação russa e que já se prolongam por três semanas.

O Irã, que alcançou no ano passado um acordo sobre seu programa nuclear com a comunidade internacional, e se tornou um interlocutor válido, é considerado aliado do governo em Damasco, junto à Rússia. Turquia, Arábia Saudita e Catar apoiam, por sua vez, os grupos rebeldes que lutam contra o regime sírio e são considerados países inimigos pelo governo do presidente Bashar al Assad.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos