Ministro russo abandona negociações sobre fim dos bombardeios em Aleppo

Lausanne (Suíça), 15 out (EFE).- O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, deixou o hotel onde se reuniu com seus colegas dos Estados Unidos e de sete países do Oriente Médio neste sábado para negociar o fim dos bombardeios em Aleppo.

Os ministros das Relações Exteriores de Turquia, Irã, Arábia Saudita, Jordânia, Iraque, Catar e Egito participaram da reunião convocada pelos Estados Unidos na cidade suíça de Lausanne. A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, confirmou que Lavrov deu por encerrada a sua participação nesta conferência.

Ele já tinha antecipado que iria à Suíça com pouca expectativa de algum resultado concreto.

Fontes diplomáticas disseram que não é esperada qualquer declaração formal à imprensa e que o objetivo da reunião era debater as vantagens de incorporar países-chave da região na busca por um acordo sustentável para o cessar-fogo na Síria.

Esta foi a primeira tentativa de incorporar plenamente no debate sobre a guerra civil na Síria os países que influenciam as partes em conflito desde o início das negociações diplomáticas em 2014.

A mais notória participação foi a do Irã, país que junto à Rússia, apoia o regime de Bashar al Assad, e que neste ano alcançou um acordo sobre seu programa nuclear com a comunidade internacional, graças ao qual agora é considerado um interlocutor válido, em particular pelos Estados Unidos.

Segundo fontes próximas às discussões, os participantes acertaram manter-se em contato e voltar a se encontrar o mais em breve possível.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos