Pelo menos 19 pessoas morrem pisoteadas em uma ponte no norte da Índia

Nova Délhi, 15 out (EFE).- Pelo menos 19 pessoas morreram e outras cinco se encontram em estado grave por consequência de um tumulto no qual várias pessoas acabaram sendo pisoteadas no norte da Índia, informou neste sábado à Agência Efe uma fonte oficial.

A confusão aconteceu na ponte Rajghat, que liga a cidade de Varanasi, no norte da Índia, e que é considerada sagrada por várias religiões do país, com a divisa do distrito de Chanadauli, quando milhares de pessoas começaram a correr temendo o colapso da infraestrutura, explicou à Efe o magistrado deste distrito, Kumar Prashant.

"Há 19 mortos e cinco pessoas em estado grave, não temos ainda uma estimativa geral de feridos", indicou Prashant.

O magistrado do distrito explicou que, no momento da confusão, cerca de 20 mil pessoas transitavam pela área da ponte com o propósito de participar de uma celebração espiritual.

Veículos de imprensa locais indicaram que as pessoas estavam a caminho de um acampamento do líder religioso Jai Gurudev nas margens do rio Ganges, onde permaneceriam por dois dias.

Os episódios envolvendo pessoas pisoteadas em grandes aglomerações para celebrações religiosas são frequentes na Índia.

Em julho do ano passado, 27 pessoas morreram em Andhra Pradesh em um tumulto depois que várias mulheres caíram em um rio. Em outubro de 2014, outras 33 morreram na cidade de Patna, no norte do país, em outro festival hindu quando o pânico tomou as pessoas devido a um suposto cabo de eletricidade que estava solto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos