Voluntário americano é sequestrado no Níger

(Atualiza com confirmação oficial do sequestro).

Niamey, 15 out (EFE).- Um voluntário de nacionalidade americana foi sequestrado por desconhecidos na cidade de Tahoua, que fica a 500 quilômetros de Niamey, a capital do Níger, depois que homens armados mataram o seu guarda-costas e o segurança da casa, ambos nigerianos, informou o Ministério do Interior do país neste sábado.

Em comunicado o órgão indicou que a polícia está fazendo uma operação para encontrar os sequestradores da vítima que se chama Jeffrey Rock e que trabalhava no Níger desde 1992.

Uma fonte do Ministério disse à Agência Efe que "o cidadão americano, que trabalha para uma ONG voltada ao desenvolvimento de jovens, foi sequestrado ontem à noite, na cidade de Abalak, por homens armados desconhecidos que viajavam em um veículo 4x4". De acordo com essa pessoa, os criminosos abriram fogo contra o militar nigerino que vigiava o voluntário, que morreu na hora.

Depois de sequestrar o americano, que vivia nessa cidade há mais de 20 anos, os homens se dirigiram ao oeste da cidade, onde ficam as fronteiras com o Mali. Segundo testemunhas, o veículo dos criminosos foi escoltado por uma moto durante a ação, que durou menos de dez minutos, e na qual foram ouvidos três tiros.

No último dia 6, pelo menos 22 soldados nigerinos morreram em um ataque supostamente jihadista contra um campo de refugiados em Tahoua.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos