Ataque supostamente jihadista à prisão mais segura de Níger é repelido

Niamey, 17 out (EFE).- As forças militares do Níger repeliram um ataque supostamente realizado por jihadistas à prisão de máxima segurança de Koutoukalé, no oeste do Níger, considerada a mais segura do país, informaram à Agência Efe fontes de segurança.

Os agressores fugiram quando chegaram reforços militares vindos da capital nigerina, após ficarem sabendo do ataque a essa prisão, que abriga uma dezena de dirigentes jihadistas de várias nacionalidades.

Segundo as fontes, os agressores atacaram a prisão aparentemente com o objetivo de libertar os jihadistas, mas sua tentativa falhou perante a mobilização dos serviços militares do país.

O Exército nigerino lançou uma operação de perseguição para capturar os combatentes que fugiram rumo à fronteira com o Mali, destacaram as fontes, acrescentando que até o momento se desconhece se o ataque deixou vítimas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos