Bombardeio em Aleppo deixa pelo menos 35 civis mortos, diz Defesa Civil

Beirute, 17 out (EFE).- Pelo menos 35 pessoas morreram nesta segunda-feira e outras 70 ficaram feridas por um bombardeio contra a cidade de Al Awiyel, na periferia oeste da cidade síria de Aleppo (norte), disse à Agência Efe o porta-voz da Defesa Civil, Ibrahim Abu Leiz.

O grande número de vítimas ocorreu, segundo Leiz, pelo impacto de um primeiro projétil que foi seguido de um ataque de um avião de guerra não identificado sobre Al Awiyel, justo quando as equipes de resgate já se encontravam na zona.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos confirmou até o momento a morte de 23 pessoas nesse bombardeio.

Enquanto isso, continuaram os ataques aéreos dentro da população de Aleppo.

Anteriormente, o Observatório tinha informado sobre a morte de 13 pessoas, entre elas nove menores e a maioria da mesma família, em um ataque de aviões não identificados contra o distrito de Al Marye, no leste da cidade, assediado pelo Exército e controlado pela oposição.

Abu Laiz, cuja organização é integrada por voluntários que prestam trabalhos de resgate em áreas fora do domínio das autoridades, precisou que, de acordo com seus dados, pelo menos 14 pessoas da mesma família, entre as quais havia oito menores de idade, morreram no bombardeio em Al Marye.

A fonte ressaltou que este bairro foi atacado com projéteis sísmicos, que destroem as instalações sob terra, onde a população costuma se refugiar.

Por outro lado, o porta-voz dos também chamados capacetes brancos elevou a 32 o número de mortos na madrugada passada por ataques similares contra o distrito de Al Sheikh Fares, também no leste da cidade.

O Estado-Maior do Exército russo anunciou hoje uma pausa humanitária para 20 de outubro em Aleppo e na qual tanto a aviação russa como as tropas sírias cessarão o fogo.

"Em 20 de outubro desde as 8h às 20h na zona de Aleppo se declarará uma pausa humanitária", disse o general russo Sergei Rudkskoi à imprensa local em Moscou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos