Bombardeios e disparos de artilharia mataram 50 em Aleppo em 24 horas

Beirute, 17 out (EFE).- Pelo menos 50 pessoas morreram nas últimas 24 horas atingidas por bombardeios e disparos de artilharia nos bairros do leste da cidade de Aleppo, no norte da Síria, que está sitiada pelo Exército e controlada pela oposição ao governo de Bashar al Assad, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG destacou que entre os mortos há pelo menos 18 menores de idade.

As Forças Armadas do regime de Assad atacaram os distritos de Al Marye, Al Sukari, Bab al Nasr, Karam al Nazaha, Al Mashhad, Al Sheikh Fares, Masaken Hanano, Al Qatania e Al Qataryi, sendo que só neste último houve 21 mortes.

Anteriormente, o porta-voz da Defesa Civil em Aleppo, Ibrahim Abu Leiz, tinha afirmado à Efe que pelo menos 35 pessoas morreram hoje e outras 70 ficaram feridas em um bombardeio na cidade de Al Awiyel, na periferia oeste de Aleppo.

Estes ataques coincidem com o anúncio feito nesta segunda-feira pelo Estado-Maior do Exército russo de que haverá "uma pausa humanitária" de algumas horas na próxima quinta em Aleppo, na qual tanto a aviação russa como a síria cessarão os disparos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos